2019.09.21 | 19:09:57

Autor Tópico: 6,1 milhões de Europeus deixaram de fumar com recurso ao cigarro electrónico  (Lida 1052 vezes)

luispt

  • Vaper Iniciante
  • **
  • Mensagens: 88
  • Vapor: 7
Está tudo explicado no site do Dr. Farsalinos
http://www.ecigarette-research.org/research/index.php/research/research-2016/241-eurob

Traduzido com o tradutor do Google:

Novo estudo: 6,1 milhões de europeus deixaram de fumar com o uso de cigarros eletrônicos

Mais de seis milhões de fumadores na União Europeia deixaram de fumar e mais de 9 milhões reduziram o consumo do tabaco com o uso de cigarros eletrônicos, de acordo com um estudo publicado hoje na Addiction. Cientistas da Universidade de Patras-Grécia, Onassis Cirurgia Cardíaca Centro-Grécia e do Instituto de Pesquisa Nacional Francês de Saúde e Pesquisa Médica analisou os dados de 2014 do Eurobarómetro sobre o tabagismo e o uso dos cigarros eletrônicos. De acordo com os resultados do estudo, 48,5 milhões de europeus já experimentaram cigarros eletrônicos, mas 7,5 milhões são usuários atuais. Entre os usuários atuais, 35,1% pararam de fumar, enquanto um adicional de 32,2% reduziram o consumo.

"Estas são provavelmente as mais altas taxas de cessação do tabagismo e redução já observada em tal grande estudo populacional", disse o investigador principal do estudo Dr. Konstantinos Farsalinos. "Os dados da União Europeia mostram que o uso de cigarros eletrônicos parece ter um impacto positivo na saúde pública por duas razões principais:

1.  São observadas cessação e redução das taxas de consumo de tabaco.
2. O uso dos cigarros eletrônicos é largamente confinado aos fumadores (correntes e ex), com uso mínimo por não-fumadores.

Há muita controvérsia sobre o uso dos cigarros eletrônicos por não-fumadores, mas os pesquisadores asseguram. Jacques Le Houezec, neurocientista e pesquisador do Instituto de Pesquisa Nacional Francês de Saúde e Pesquisa Médica, disse: ". Em não-fumadores observamos algumas experiências com os cigarros eletrônicos, mas o uso regular é mínimo Apenas 1,3% dos não-fumadores relataram uso atual de cigarros eletrônicos contendo nicotina e 0,09% relataram uso diário. Praticamente, não há nenhum uso atual ou regular de cigarros eletrônicos contendo nicotina por não-fumadores, por isso a preocupação de que os cigarros eletrônicos pode ser uma porta de entrada para o tabagismo é amplamente rejeitado pelos nossas descobertas. "

Professor Konstantinos Poulas mencionou a importância do inquérito Eurobarómetro para avaliar o uso do cigarro electrónico na União Europeia. "O questionário do Eurobarómetro é provavelmente um dos mais detalhados já usado para analisar o uso do cigarro eletrônico ao nível populacional. Ele fornece informações detalhadas sobre a frequência de utilização, diferencia a experimentação do uso regular e examina o uso de cigarros eletrônicos contendo nicotina. Além disso, a pesquisa inscrita uma grande amostra de europeus que era representativa da população total da UE. um projeto similar deve ser utilizada em todos os estudos de população ".

Eurobarómetro é um levantamento realizado pela Comissão Europeia, avaliando, entre outros, os padrões de utilização cigarro eletrônico e em todos os 28 Estados membros da União Europeia.

Farsalinos KE, Poulas K, Voudris V, o uso do cigarro Le Houezec J. electrónicas na União Europeia: análise de uma amostra representativa 2 de 27 460 europeus de 28 países. Vício de 2016.



conrados

  • Vaper
  • ***
  • Mensagens: 129
  • Vapor: 1
6.1 milhões de europeus que não dão mais lucro às tabaqueiras e farmacêuticas....

mrland

  • Fumador
  • *
  • Mensagens: 4
  • Vapor: 0
Tudo tem dois lados. As vendas de empresas de tabaco irá reduzir a saúde das pessoas também melhorou :)

AmazingVape

  • Máquina de Vapor
  • ******
  • Mensagens: 5048
  • Vapor: 79
  • Eu não sou o outro. Sou eu mesmo.
    • Amazing Vape
O problema é que ainda se desconhecem as implicações dos cigarros eletrónicos para a saúde a prazo, uma vez que são utilizados há tão pouco tempo. Ainda há pouco estava a pesquisar na net e dei com um estudo japonês que certificava que os cigarros eletrónicos poderiam ser de dez a quinze vezes mais cancerígenos do que os cigarros normais. Acresce que organizações absolutamente confiáveis como a a Organização Mundial de Saúde (OMS) desaconselham em absoluto o uso desses novos produtos do tabaco. E que dizer dos dois casos de pneumonia lipóide registados em Espanha em fumadores de cigarros eletrónicos? Sobretudo, não esqueçamos que, visto que os fumadores dos cigarros eletrónicos continuam a usá-los muito para além do tempo necessário para a cessação tabágica, se torna manifesto que estes apenas prolongam o vício dos utilizadores, naturalmente em consequência da presença da nicotina, uma substância de elevada toxicidade e mesmo mortal.
Eu estava a pensar deixar de fumar e experimentar os cigarros eletrónicos. No entanto, depois de me ter informado, acho que vou continuar a fumar. Pelo menos, sei com que é que conto!  :o

Fumadores de cigarros eletrónicos, deixem enquanto é tempo! Depois, não digam que não estavam avisados!  O:-)
A melhor coisa que podes fazer por outra pessoa é inspirá-la.

Nutopia

  • Vaper Assumido
  • ****
  • Mensagens: 376
  • Vapor: 7
Obrigada pela partilha  :)

Acredito que o reconhecimento do Vaporizar irá acontecer pela massa social mais tarde ou mais cedo, pois a curto prazo neste meu decorrer de redução de nicotina os benefícios foram visíveis em todos os aspetos... Com esta sazonalidade de turistas no nosso país tenho visto cada vez mais ingleses e franceses com o cigarro eletrónico e fico muito feliz por deixar de ser vista como "alien" e passar a ser uma usuária de um recurso alternativo de cessação ao vício da nicotina.

« Última modificação: 2016.07.26 | 11:02:18 por Nutopia »
Joining the fight!
ABillionLives.com




vitordsalves

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 963
  • Vapor: 16
    • MTBLANDIA
Este é o tipo de evidências de que precisamos e que devem ser divulgadas até à exaustão. Devido ás noticias falsas que vieram para os media, principalmente no final de 2014 e inicio de 2015, ainda existe muita gente a achar que os eletronicos são piores que os analogicos e a olhar de lado para os seus utilizadores. É muito mais difícil mudar a opinião das pessoas quando esta é negativa do que quando esta é positiva.

Porém, vejo já alguma mudança de mentalidades em relação a essa questão e começo a ter mais pessoas a perguntar como funcionam ou se realmente satisfaz do que se "isso não é pior que os cigarros normais?".

Agora, para que em Portugal possamos ter mais utilizadores será necessário eliminar ou reduzir drasticamente, a taxa sobre a nicotina, pois por causa desta, iniciar-se no vape fica demasiado caro e é muito complicado (nem toda a gente está disposta a andar a misturar ampolas de nicotina).

Vape On.




MODS: Finder 75C, Pulse 80w, Istick TC60, USV - L Moma
RTA's: Kayfun V5, Skyline, Kayfun lite plus, Expromizer v3 fire, Hastur MTL
RDA's: Le Concorde, Derringer
Kits: Endura T20S

pedro45

  • Vaper Assumido
  • ****
  • Mensagens: 445
  • Vapor: 10
E as baterias que passam a vida a explodir? E as intoxicações provocadas pela nicotina quando o pessoal resolve beber os juices?  :)

Ainda por cima é difícil acender o cigarro eletrónico com o isqueiro  ???

P.S. - Agora a sério, tudo o que é novo e diferente leva tempo a ser aceite. Mudar mentalidades (começando pelos políticos que são viciados em imposto sobre o tabaco) é o primeiro passo, depois o caminho será feito com naturalidade e como se dizia acerca de uma famosa bebida, "primeiro estranha-se depois entranha-se"