2019.09.21 | 19:04:38

Autor Tópico: "Cigarros da moda preocupam médicos"  (Lida 25449 vezes)

migmiguel

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 840
  • Vapor: 18
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #15 em: 2011.05.23 | 11:11:11 »
Lol..... ele estava a brincar por teres usado o termo analítico o seu nick... ;)

 :P
Não tinha reparado no teu nick Analitico!
É que não estava a perceber mesmo nada da tua afirmação.
Desculpa a minha falta de atenção!
 ;)



Analitico

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1198
  • Vapor: 27
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #16 em: 2011.05.23 | 11:29:21 »
Boas.
Não sei o porquê dessa tua afirmação. Apenas dei a minha opinião. Dar uma opinião é um dos aspectos mais importantes de um forum, sejam essas opiniões relevantes, irrelevantes ou incompreendidas!

Abraço.
 8)

Homem estava a brincar por teres usado o meu nick, quando querias dizer analógico.Relax.
no vapor desde Março de 2011

pmos69

  • Moderador Global
  • Máquina de Vapor
  • *****
  • Mensagens: 3450
  • Vapor: 47
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #17 em: 2011.05.23 | 11:45:51 »
A reportagem está, para variar, cheia de erros:
  • "as autoridades de Saúde de diversos países – Argentina, Austrália, Canadá, Alemanha e Suíça – a proibir o seu consumo"
    Falso: Esses países proíbiram a sua comercialização, não o consumo.
  • "Nos EUA, a autoridade da Saúde federal encontrou nalguns cigarros substâncias cancerígenas."
    A FDA encontrou apenas vestígios de substâncias cancerígenas, e apenas nalguns testes.
    Suponho que 99% do que consumimos desaparece-se do mercado se o aparecimento de vestígios de substâncias cancerígenas fosse factor determinante.
  • "Não proibiu a sua comercialização, mas taxou o produto como tabaco."
    A FDA tentou por 3 vezes proíbir a comercialização e e-cigs, e perdeu 3 vezes os processos em tribunal.
    A regulamentação dos e-cigs como produtos de tabaco foi uma decisão governamental posterior.
    Não são taxados como tabaco.
  • "Francisco George faz uma ressalva: 'A utilização do cigarro electrónico pode gerar problemas de comportamento ético, pois os utilizadores permitem-se utilizar os cigarros nos locais onde é proibido fumar'."
    WTF?!?

pack21

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1082
  • Vapor: 7
  • PROVARI & REO MINI
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #18 em: 2011.05.23 | 12:12:35 »
Mais uma vez toda a sociedade está a ser manipulada pelo capitalismo.

Toda essa gente está a desviar a atenção da única questão, que a sociedade quer ouvir.


- é ou não o vaping mais prejudicial que o acto de fumar cigarros?


Mesmo sem testes mais aprofundados, se sabem opinar se pode ser prejudicial, com certeza não será difícil opinar nesta questão.



Não o fazem porque a resposta é demasiado óbvia, e as consequências para o looby seria avassalador.





« Última modificação: 2011.05.23 | 12:14:37 por pack21 »



SkeetS

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1818
  • Vapor: 42
  • Caravela+IGO L com micro coil de algodão
    • Love2Vape
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #19 em: 2011.05.23 | 12:37:22 »
Em resposta a essa noticia já foi quase uma página de texto....


areias

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 639
  • Vapor: 7
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #20 em: 2011.05.23 | 13:14:19 »
Mas quem é que disse a esta "gente" que os cigarros eletronicos são para deixar de fumar!!!! São sim senhor para deixar de fumar as merdas todas que vêm nos analógicos  ;D
Nunca encarei o e-cig como algo para deixar de fumar
Eu adoro fumar
só que agora faço-o com qualidade e mais saúde...

O que eles querem e o que se preparam para fazer, eu sei...
è mamar com os e-cigs o que já chulam com os impostos sobre o tabaco.



SkeetS

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1818
  • Vapor: 42
  • Caravela+IGO L com micro coil de algodão
    • Love2Vape
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #21 em: 2011.05.23 | 13:28:58 »
Epah...expliquei factos e ideias que estavam completamente errados e faltou dizer uma coisa...Um bom reporter primeiro tem de conhecer sobre o que fala e só depois fazer a entrevista e quem é entrevistado deveria pelo menos perceber alguma coisinha para não dizer asneiras...mas pronto


Coiso

  • Máquina de Vapor
  • ******
  • Mensagens: 2512
  • Vapor: 45
  • Vamista Caravelista Mini Lover
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #22 em: 2011.05.23 | 13:37:28 »
Mas quem é que disse a esta "gente" que os cigarros eletronicos são para deixar de fumar!!!! São sim senhor para deixar de fumar as merdas todas que vêm nos analógicos  ;D
Nunca encarei o e-cig como algo para deixar de fumar
Eu adoro fumar
só que agora faço-o com qualidade e mais saúde...

O que eles querem e o que se preparam para fazer, eu sei...
è mamar com os e-cigs o que já chulam com os impostos sobre o tabaco.

Revejo-me nessa afirmação.

Mais uma vez toda a sociedade está a ser manipulada pelo capitalismo.

Toda essa gente está a desviar a atenção da única questão, que a sociedade quer ouvir.


- é ou não o vaping mais prejudicial que o acto de fumar cigarros?


Mesmo sem testes mais aprofundados, se sabem opinar se pode ser prejudicial, com certeza não será difícil opinar nesta questão.



Não o fazem porque a resposta é demasiado óbvia, e as consequências para o looby seria avassalador.







Nesta igualmente.

A reportagem está, para variar, cheia de erros:
  • "as autoridades de Saúde de diversos países – Argentina, Austrália, Canadá, Alemanha e Suíça – a proibir o seu consumo"
    Falso: Esses países proíbiram a sua comercialização, não o consumo.
  • "Nos EUA, a autoridade da Saúde federal encontrou nalguns cigarros substâncias cancerígenas."
    A FDA encontrou apenas vestígios de substâncias cancerígenas, e apenas nalguns testes.
    Suponho que 99% do que consumimos desaparece-se do mercado se o aparecimento de vestígios de substâncias cancerígenas fosse factor determinante.
  • "Não proibiu a sua comercialização, mas taxou o produto como tabaco."
    A FDA tentou por 3 vezes proíbir a comercialização e e-cigs, e perdeu 3 vezes os processos em tribunal.
    A regulamentação dos e-cigs como produtos de tabaco foi uma decisão governamental posterior.
    Não são taxados como tabaco.
  • "Francisco George faz uma ressalva: 'A utilização do cigarro electrónico pode gerar problemas de comportamento ético, pois os utilizadores permitem-se utilizar os cigarros nos locais onde é proibido fumar'."
    WTF?!?

Também nesta.

E mais umas quantas.

Penso sinceramente que se deveriam fazer estudos mais concretos(que tenho quase a certeza que já foram feitos) de modo a ser mais transparente a questão de que marcas têm os melhores e-líquidos e quais não têm essas substâncias(que pelo que vi do estudo americano foi apenas uma marca).

Citar
Contudo, neste mesmo contexto, em maio de 2009, a Food and Drug Administration (FDA) realizou um estudo que testou o conteúdo de 18 variedades de cartuchos do cigarro eletrônico produzidos por dois fornecedores norte-americanos (NJoy e Smoking Everywhere) e encontrou nos resultados traços da substância dietilenoglicol em um dos cartuchos fabricados pela Smoking Everywhere, além de traços de nitrosaminas específicas do tabaco (TSNAs), conhecidas agentes causadoras de câncer, em todos os cartuchos de uma das marca e em dois dos cartuchos da outra marca.

uma das marcas e em dois dos cartuchos de outra marca. Pois bem quais?? este quote é da wikipédia de que alguns dizem bem, outros mal, eu pessoalmente acho uma excelente enciclopédia mas tem que ser lida com filtro, pois em algumas coisas não se encontra correcta.

Penso que esses estudos só serão benéficos para todos nós, mas os lobbies não vão deixar de tentar prejudicar todo este movimento em direcção a saúde. Penso também que muito pano vai rolar, ainda por cima com os jornais portugueses que são no mínimo medíocres e cheios de sensacionalismos ah la TVI, mas que no final a conclusão será semelhante aos EUA visto que eles não têm argumentos mesmo com as suas mentiras.

Eu pessoalmente gosto de fumar, mas não gosto do tabaco, e estou a adorar a minha experiência de e-fumar. Com este novo kit que adquiri estou sinceramente satisfeito de nicotina, já não sinto os stresses que senti ao deixar de fumar por um e-health que isso sim foi como não fumar nada ao fim de 10 anos e ficar tipo barata tonta. Os produtos são bons e os e-líquidos de uma composição simples, com poucos ingredientes(falando apenas de sabores mais simples como tabaco ou alguns sabores de tabaco e não tanto de sabores a comidas como chocolate ou baunilha). Mas e os testes aos mesmos?? e o controlo de qualidade?

Penso que todos estes entraves a estudos sérios analíticos e conclusivos(que penso já terem sido feitos) apenas ajudam a desacreditar o cigarro electrónico, porque se eles já foram feitos e não conseguem em específico dizer-nos o que está assim de tão mal nos cigarros electrónicos, é porque não haverá assim nada de tão mal nos cigarros electrónicos... mas isto é apenas a minha especulação que considero como sempre inteligente, nem sempre correcta mas 99.9% das vezes mais do que correcta. Está há frente dos nossos olhos o medo das tabaqueiras....

Eu se fosse dono da Malboro por exemplo, já há muito que tinha feito uma empresa de malboro electrónico.... mas são burros que nem...... asnos.  >:(

Com isto tudo, um bem haja a todos os vapers, e seus devices, e tomo já foi dito pelo Jorge, temos de nos...
Citar
unir com força, racionalidade, energia e direccionamento concreto
.

 ;)

BloogVAMO,Caravela,ChenisisIgoS

AhmunRa

  • Máquina de Vapor
  • ******
  • Mensagens: 3016
  • Vapor: 23
  • Brass Caravela Clone, SS Nemesis Clone, Kayfun 3.1
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #23 em: 2011.05.23 | 18:08:07 »
Ora mais uma noticia sensionalista para fazer desacreditar o uso do cigarro eletronico na sociedade. A verdade é que este estudo pouca ou nenhuma preparação teve e apenas serve para um alarmismo em prol de lobbies tão bem conhecidos por todos.

Acho incrivel como um jornalista se acha serio quando manda noticias destas para a rua sem o minimo de estudo e com tanta falsidade e tamanho descredito a algo que notoriamente desconhece. Como disse o nosso amigo pmos o FDA americano muito tentou banir o Ecig do mercado americano e sempre sem sucesso até se ver obrigado a taxa-lo para assim não perderem os lucros que durante tantos anos enchem os bolsos das multi-nacionais. Se fosse realmente prejudicial à saude já há muito o seu uso teria sido banido, mas a verdade é que não foi e até tá a ser legislado e já taxado o seu consumo. Isto era algo que este pseudo-jornalista deveria ter preparado antes de lançar esta noticia que claramente foi escrita por outro alguém com o intuito de travar o seu uso que cada vez mais tá a ser crescente no nosso pequeno país.

A verdade é que das duas uma, ou a tabaqueira Portuguesa começa a pensar numa forma de ser ela a comercializa-la ou as receitas anuais projectadas no orçamento publico irá diminuir drasticamente, pois cada vez mais esta "modernice" como muitos lhe chamam, irá substituir a agora tradicional forma do uso do tabaco.

A este Sr. jornalista deveria-se perguntar se fumar faz bem à saude. Pois parece que o mal todo é o uso do ecig, que pela noticia faz mal à saude, mas esqueceu-se de mencionar que o tabaco mata mais pessoas mundialmente que qualquer outra forma uso de drogas. Isto parece as campanhas anti-drogas comparticipadas pelas empresas tabaqueiras e farmaceuticas, que sendo drogas tão ou mais viciantes e prejudiciais são vistas pela sociedade como boas para a saude...

Acho que tá na hora de começarmos a formar um grupo de pro-ecig como foi feito nos EUA de forma a ensinar as mentes dos Portugueses dos beneficios do ecig e não deixar este tipo de jornalismo sensionalista avançar com o perigo de ganhar uma voz cada vez mais elevada ao ponto de um dia sermos vistos na sociedade como "criminosos" porque não andamos juntinho do rebanho que eles tanto querem manter leal ao cigarro analogico...


Santos

  • Interessado
  • *
  • Mensagens: 38
  • Vapor: 0
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #24 em: 2011.05.24 | 12:37:19 »
Bem, eu penso que os e-cigs só vão ser aceites quando o for nos outros países... Porque Portugal não sabe pensar por si nem sabe fazer estudos por si proprio.

Além disso a imagem dos e-cigs vai ser sempre denegrida devido aos Senhores que recebem o dinheiro (e não é pouco) da comercialização do tabaco. Infelizmente esses Senhores com nota tem poder. Pensem assim, se eles comprarem os maços de tabaco a 1 euro cada um tem um ganho mínimo de 2,50 euros... Eu fumava 10 cigarros por dia, o que faz 70 por semana (3 maços e meio)... 3,5 maços vezes 2,50 euros de lucro dava 8,75 euros de lucro minimo por semana para os Senhores... E isto sou só eu... Agora multipliquem isto por todos os vapers... Eles perdem a mama toda... E estes Senhores só sabem mamar de tetas gordas...

Relativamente à noticia em si, deixar de fumar com os e-cigs acho uma infeliz ideia. Nunca os vi como uma terapia para deixar de fumar... Acredito que para algumas pessoas o facto de ir reduzindo a nicotina os liberte do hábito e deixem de vaporizar... Mas não é esse o objectivo...



jaSz

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 643
  • Vapor: 14
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #25 em: 2011.05.24 | 12:47:15 »
Bem, no Panamá e mais recentemente na Argentina os e-cigs já são proibidos. Espero que a europa não pense como os paises de terceiro mundo...
É que nem taxa, como se de um produto tabaqueiro se tratasse, foi logo proibido.
Foi o que um certo senhor americano disse e muito bem num podcast recente, que os States podiam taxar os liquidos, mas com a internet ele vai busca-los e passo citar: " I'm going to them overseas", nem que venham do outro lado mundo ou de outro continente, podemos sempre evitar encher o "rabinho" a esta gente.



areias

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 639
  • Vapor: 7
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #26 em: 2011.05.24 | 12:48:52 »
Eu penso que , quanto menos ruido existir à volta do assunto, melhor para nós.



Analitico

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1198
  • Vapor: 27
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #27 em: 2011.05.24 | 13:20:45 »
Eu penso que , quanto menos ruido existir à volta do assunto, melhor para nós.

Opa' isto não é a maçonaria, enquanto houver e-healths à venda e esses sim sabe-se la' que porcarias contem (é um kit que custa cerca de 5 USD na china) é legitimo haver preocupações, compete-nos é tentar denunciar o que e' pura especulação ou mentira.
no vapor desde Março de 2011

areias

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 639
  • Vapor: 7
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #28 em: 2011.05.24 | 15:52:17 »
Eu penso que , quanto menos ruido existir à volta do assunto, melhor para nós.

Opa' isto não é a maçonaria, enquanto houver e-healths à venda e esses sim sabe-se la' que porcarias contem (é um kit que custa cerca de 5 USD na china) é legitimo haver preocupações, compete-nos é tentar denunciar o que e' pura especulação ou mentira.

O que quis dizer, foi que , não vale a pena nos sentirmos ameaçados, porque nem somos Criminosos nem somos nehuma raça em vias de extinção. Pura e simplesmente, penso que não nos devemos preocupar em excesso, e está visto que esses cães, quando não têm osso onde agarrar desistem e vão-se embora...



MJRL

  • Vaper Veterano
  • *****
  • Mensagens: 1265
  • Vapor: 4
  • Kanger 510/KR808D V3/510T/Boge LR
    • Blog do Vapor
Re: "Cigarros da moda preocupam médicos"
« Responder #29 em: 2011.05.24 | 17:06:33 »
Se chegarmos ao ponto de serem proibidos os comerciantes só tem de começar a vender "lanternas" ou baterias, o resto é só comprar à parte.
Quanto aos liquidos temos sempre a parte do DIY, porque não podem proibir de vender aromas alimentares, a unica coisa que eles realmente podem pegar e taxar a sério, seria a nicotina, aí depois lá começarão a aparecer os mercados paralelos e contrabando.

Mas penso da maneira que são construidos estes dispositivos só aqueles que não nos interessam é que poderão ser banidos, aqueles que estamos habituados por aqui a usar os comerciantes basta tirarem a palavra cigarro e vender os componentes com outro nome.